333bet fortune tiger -O Carnaval é uma festa popular e o Bumba Meu Boi é parte do cenário folclórico brasileiro. O estado

Bumba Meu Boi - Seu 333bet fortune tiger -Antônio, mestre do boi mais velho mantém

O Carnaval é uma festa popular e o Bumba Meu Boi é parte do cenário folclórico brasileiro. O estado da Paraíba também expressa essa cultura. Nascido em 13 de maio de 1941,ôniomestredoboimaisvelhomanté333bet fortune tiger - em Taperoá (PB), Antônio de Sousa Salviano, o Seu Antônio do Boi, 82 anos, é o mestre mais velho do Bumba Meu Boi da Paraíba, segundo dados da Secretaria de Estado da Cultura da Paraíba (Secult-PB). No último sábado (3), o Lá vem o Boi do Mestre Seu Antônio saiu, mais uma vez, às ruas de Taperoá. Na cidade, o Bumba Meu Boi de Seu Antônio existe desde 1958.

Continua após publicidade

“Conheci o Bumba Meu Boi pelo mestre Raul Gouveia, ele adoeceu e pediu para continuar na tradição”, conta Seu Antônio do Boi. Desde então, há 66 anos, o seu boi segue a tradição, já centenária, em Taperoá. Os instrumentos trazidos para a brincadeira são a sanfona, a zabumba e o triângulo, segundo o mestre Seu Antônio.


Seu Antônio brincando com o boi / Foto: Acervo Pessoal do Mestre Seu Antônio do Boi

De acordo com Faustino Teatino, professor de História da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), o Bumba Meu Boi – também conhecido por diversos nomes no Brasil, por exemplo, por Boi-Bumbá e Boi de Reis – é considerado a principal encenação do folclore brasileiro.

“A origem do boi está diretamente ligada ao processo de colonização portuguesa no Brasil, sobretudo, ao que diz respeito ao aspecto da ocupação dos sertões, quando a pecuária foi o carro chefe e, junto a isso, a escravização sobre o povo africano. Então, a origem tanto remete ao mundo rural quanto à cultura negra. A expressão “bumba” é considerada uma variante do congolês, isso demonstra que o folguedo tem origem entre o povo africano que foi escravizado”, historiciza o professor Faustino Teatino. 


O mestre nas ruas com o boi, em 2023 / Foto: Adriano Ferreira

No contexto paraibano, a brincadeira do boi chega em Taperoá na primeira metade do século XX, conforme estudo da antropóloga Érika Catarina. Seu Antônio do Boi comenta que a motivação para continuar a tradição é por “ter a felicidade de formar um grupo para essa brincadeira e sair nas ruas da cidade de Taperoá”, assim, mantendo viva a tradição do Bumba Meu Boi no estado da Paraíba.

Fonte: BdF Paraíba

Edição: Carolina Ferreira


Relacionadas

  • Mestra do Bumba Meu Boi do Maranhão promove oficinas e apresentações culturais em Minas Gerais

  • Bumba Meu Boi é eleito Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade

  • Os ritmos e as cores do boi-bumbá: festa folclórica é patrimônio brasileiro

BdF
  • Quem Somos

  • Parceiros

  • Publicidade

  • Contato

  • Newsletters

  • Política de Privacidade

Redes sociais:


Todos os conteúdos de produção exclusiva e de autoria editorial do Brasil de Fato podem ser reproduzidos, desde que não sejam alterados e que se deem os devidos créditos.

Visitantes, por favor deixem um comentário::

© 2024.cc777sitemap